14 junho, 2014

Resenha #14: Dexter - A mão esquerda de Deus - Jeff Lindsay

Título original: Darkly Dreaming Dexter
Autor: Jeff Lindsay
Nº de Páginas: 272 (Planeta do Brasil)
Onde comprar? Aqui
Classificação: ♥♥♥ 
Sinopse: "Dexter Morgan é um educado lobo vestido em pele de ovelha. Ele é atraente e charmoso, mas algo em seu passado fez com que se transformasse numa pessoa diferente. Dexter é um serial killer. Na verdade, é um assassino incomum que extermina apenas aqueles que merecem. Ao mesmo tempo, trabalha como perito da polícia de Miami... Em Dexter, a Mão Esquerda de Deus, o livro que deu origem à aclamada série de TV, o adorável matador depara-se com um concorrente de estilo semelhante ao seu, encanta-se e incomoda-se com ele, prevê seus passos... A escrita requintada de Jeff Lindsay nos faz mergulhar na mente de um dos personagens mais ambíguos da história da literatura de suspense. Nunca o macabro foi tratado com tanto refinamento e leveza. Dexter Morgan é uma obra-prima."

Se existe algo que eu jamais me imaginaria fazendo é me apaixonar por um serial killer, mas é esse o tipo de encanto que Dexter nos proporciona.

Ele é um ator vinte quatro horas por dia, sete dias por semana. O que ele interpreta? 

Alguém. Isso mesmo. Ele finge ser alguém, finge ser um humano.

Dexter não tem sentimentos, exceto, talvez, por sua irmãzinha e é exatamente isso que o estimula a tentar deter o outro assassino, ou melhor, o outro "artista".

Jeff conseguiu criar uma trama instigante, macabra, mas ao mesmo tempo agradável. Em certos momentos, até dei algumas risadas com o estilo irônico do personagem.

E como não gostar também do chamado "Passageiro das Trevas"? O alter-ego de Dexter, a voz que o instiga a matar pessoas? É, eu sei que isso pode parecer sádico, mas ele mata somente as pessoas certas, pessoas que merecem o pior tipo de morte que alguém pode ter, pessoas como estupradores e sequestradores de criancinhas.

Ao mesmo tempo, o autor nos apresenta os motivos para Dex ser o que é e como ele aprendeu a fazer tudo da forma certa, sem levantar nenhuma suspeita - Mais de trinta assassinatos! 

Não há muito o que dizer sobre a obra, exceto que é um oásis para os amantes de suspense e que foi uma ótima escolha para a minha lista de leitura.

Não esqueçam: esse é um dos prêmios para o top comentarista, ainda dá tempo!
© Devaneios Estrellares - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Design Divino.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo