09 junho, 2014

Resenha #11: Divergente - Veronica Roth


Titulo original: Divergent.
Autor: Veronica Roth
Nº de páginas: 504
Classificação: ♥♥♥♥♥
Sinopse: "Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive."


Resenha: Divergente é um livro que te prende, com uma historia envolvente e misteriosa, que te faz querer pular para o final logo nas primeiras paginas.


A narração me incomodou bastante já que, por ser em primeira pessoa, os sentimentos da personagem principal vem em primeiro lugar. Fora que, ao longo do livro, ela vai abrindo pequenos parênteses que demoram bastante para serem explicados.

O bom de "Divergente" a forma de pensar da Tris, que é uma adolescente muito impulsiva. Nem sempre as ações dela são certas e ela está em constante desenvolvimento no primeiro livro, mudando a personalidade e desbravando o mundo, já que pertencia à abnegação, uma facção cheia de regras, como abrir mão da vaidade e sempre colocar a necessidade dos outros a sua frente.

Vai passar vários sentimentos pela sua cabeça ao longo do primeiro livro, ele é bem intrigante.

© Devaneios Estrellares - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Design Divino.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo