15 maio, 2014

Resenha #1: As Aventuras de Pi - Yann Martel

Título original: Life of Pi
Autor: Yann Martel
Nº de Páginas: 376 (Nova Fronteira)
Onde comprar? Aqui
Classificação: ♥♥♥♥
Sinopse: "Um dos romances mais importantes do século, As aventuras de Pi é uma narrativa singular de Yann Martel que se tornou um grande best-seller. O livro narra a trajetória do jovem Pi Patel, um garoto cuja vida é revirada quando seu pai, dono de um zoológico na Índia, decide embarcar em um navio rumo ao Canadá. Durante a viagem, um trágico naufrágio deixa o menino à deriva em um bote, na companhia insólita de um tigre-de-bengala, um orangotango, uma zebra e uma hiena. A luta de Pi pela sobrevivência ao lado de animais perigosos e sobre um imenso oceano é de uma força poucas vezes vista na literatura mundial."




Durante a obra, acompanhamos as três partes fundamentais da vida de Piscine Patel: infância, sua vida de náufrago com um tigre e quando ele conta sua história pela primeira vez para outras pessoas.

Logo de inicio, percebemos que Pi é um menino inocente e cheio de fé. Na primeira parte, conhecemos sua família e sua vida tranquila no zoológico de Pondicherry- se é que se pode chamar de tranquila a vida num zoológico -. E então, as circunstâncias fazem com que eles sejam obrigados a se mudar para o Canadá.

A segunda parte é a melhor e mais longa, a que nos apresenta realmente à história: o naufrágio do Tsimtsum e Pi tentando sobreviver. Imagine: você está perdido no meio do pacífico, com uma hiena, uma zebra, uma orangotango e um tigre de mais de duzentos quilos! Quais são suas chances de sobrevivência? Altas, se você for Piscine. 

A cadeia alimentar não tarda a fazer seu papel e acaba sobrando somente Richard Parker - o tigre - e o menino. 

Pi é forte, não se deixa abater pela perda da família e consegue continuar pensando racionalmente, o que é fundamental para sua sobrevivência. 

Não vou falar muito sobre o que acontece durante a obra, porque creio que isso iria tirar um pouco da graça haha

O que posso dizer é que a narrativa de Yann Martel é incrível, bela e emocionante. Pi consegue enxergar esperança até nas coisas mais banais. Esse não foi um daqueles livros em que o autor escreve e pronto. Yann deve ter pesquisado muito, porque as curiosidades que nos são apresentadas sobre animais, sobrevivência, mar e navegação são ótimas e dão um "quê" a mais pra história.

Confesso que não gostei muito do livro até ler a terceira parte, o final, que é o que muda completamente tudo. Aí dá vontade de reler o livro, prestar mais atenção nos detalhezinhos e acompanhar tudo de uma outra perspectiva. 

Pi conta sua história para dois agentes do Departamento Marítimo do Ministério dos Transportes do Japão, mas eles não acreditam - um menino vivendo mais de 270 dias num bote-salva vidas no meio do Oceano com um tigre de bengala? Uma ilha com milhões de suricatos que se torna ácida a noite? Impossível! 

Então, Pi "adapta" sua história e conta uma totalmente sem nenhum animal, porém há pontos em que ambas as histórias "se encontram", o que nos leva a pensar: "Será que Pi criou essa primeira história para tentar fugir da realidade? Ou será que ele conta a segunda só para evitar mais perguntas?"

De qualquer forma, o livro me levou a pensar o quantos nós, humanos, somos parecidos com animais? 


© Devaneios Estrellares - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Design Divino.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo