04 setembro, 2014

Resenha #32: If I Stay.


Título Original: If I Stay
Autor (a): Gayle Forman
Classificação: ♥♥♥♥
Páginas: 216

Onde comprar? Aqui

Sinopse:Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais – mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera... e o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente – e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas.
Resenha: If I stay foi um livro que me mostrou a dar valor a vida, a cada momento que temos pois uma hora pode tudo acabar. Mia é uma personagem bem comum, ela é bem tímida e o maior amor da vida dela é a musica, mas as coisas começam a mudar quando ela resolve se arriscar a viver um verdadeiro amor o Adam, e é muito bonitinho porque um é diferente do outro,  mas com essas divergências eles se completam. Bom o depois do grande desastre, tentando não dar spoiler, as coisas mudam a Mia entra em coma, e ai a narração fica um pouco confusa.
Não criem muitas expectativas para o livro porque ele é bem pequeno, muita coisa faltou ou deixou de ser explicada por isso que a autora fez um segundo livro que eu vou ler em breve, no segundo já passou um certo tempo mas talvez eles relembrem algo e expliquem melhor.
Trecho do Livro: 

''Não era Adam que estava me deixando nervosa. Eu fiquei confortável o bastante ao redor dele agora. Era a incerteza. O que era isso, exatamente? Um encontro? Um favor amigável? Um ato de caridade? Eu não gostava de estar incerta tanto quanto não gostava de começar um novo movimento. Era por isso que eu praticava tanto, para que eu pudesse me apressar e ter uma base solida e então trabalhar nos detalhes dali. Eu parei de andar. Eu podia ouvir o barulho da água. “Porque?” eu perguntei. “Porque eu?”
“Eu nunca vi ninguém ficar tão preso na música como você. É por isso que gosto de ver você praticar. Você fica com a ruga mais fofa na sua testa, bem aí,” Adam disse, me tocando acima do nariz. “Sou obcecado com música e mesmo eu não sou transportada como você é.”
© Devaneios Estrellares - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Design Divino.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo