19 janeiro, 2015

Resenha #39: The 100: Os escolhidos - Kass Morgan


Título Original: The 100
Autora: Kass Morgan
Editora: Galera Record
Páginas: 288
Avaliação: ♥♥♥ + 
Onde Comprar: Aqui

Sinopse: Desde a terrível guerra nuclear que assolou a Terra, a humanidade passou a viver em espaçonaves a milhares de quilômetros de seu planeta natal. Mas com uma população em crescimento e recursos se tornando escassos, governantes sabem que devem encontrar uma solução. Cem delinquentes juvenis — considerados gastos inúteis para a sociedade restrita — serão mandados em uma missão extremamente perigosa: recolonizar a Terra. Essa poderá ser a segunda chance da vida deles... ou uma missão suicida.

The 100 foi um dos livros que mais gostei em 2015 - tudo bem, eu sei que o ano recém começou, mas mesmo assim -, a leitura foi extremamente rápida e fácil e a Kass parece ter um talento natural para te prender na história.
O livro é narrado pelo ponto de vista de quatro personagens principais: Glass, Wells, Bellamy e Clarke e alterna eventos do presente com flashbacks de quando estavam na Nave, nos ajudando a conhecer e entender um pouco melhor da situação atual de cada um. 
Acho impossível não comparar com a série, ainda mais quando a pessoa é fã como eu e tenho que dizer: se eu já não gostava do Wells antes, imaginem agora! Vocês não encontrarão um personagem mais egoísta e inconsequente - pra não dizer retardado! - que ele, acho que nunca um personagem me irritou tanto! Podem até dizer que por amor vale tudo, mas -spoiler!- arriscar o futuro de toda raça humana por causa de uma garota? O que ela vai pensar quando descobrir o que ele fez??? 
Por outro lado, Bellamy e Clarke - suspiro de uma shipper apaixonada -  são muito melhores no livro, ela não é tão séria, brinca mais, mas sem perder toda aquela coisa de menina responsável que quer ajudar todo mundo. Já o Bellamy continua sempre preocupado com a Octavia - fala sério, tem relação melhor que a desses irmãos? - mas sem perder a chance de fazer uma piadinha, ainda mais se for com a Clarke. 
A Glass não tem com quem comparar, visto que desde o início ela não existe na série, mas a história dela foi a que mais me comoveu e me deixou com vontade de bater em alguém, principalmente quando ela se separa dele de novo. Gente, a menina já sofreu tanto! Deixa ela ser feliz com o amor dela! Poxa, Kass! :(
Então, acho que isso é tudo que tenho a dizer sobre o livro. Super recomendado! 
© Devaneios Estrellares - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Design Divino.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo